E se o sonho de ser mãe demora a acontecer?

em Testemunho | 2

Olá amigos do blog mob.teologiadocorpo.com.br, hoje venho trazer o testemunho de uma amiga e usuária do Método Billings que assim como muitas estão na espera de um filho!!!

 

Esta corajosa é a Fabiana Oliveira!!!!

Obrigada Fabiana por permitir eu colocar seu testemunho aqui na nossa página.

 

Deus a abençoe imensamente você e seu esposo Reginaldo.

 

Depois de um tempo esperando pela gravidez, o que fazer se ela demorar?

O sonho de ser mãe é incrível! A maternidade não é um simples ato de decidir ter um filho, mas algo que surge primeiro no coração. Depois, é como se o corpo da mulher desse sinais de que ela é capaz de gerar um ser. Mesmo sabendo que essa decisão vai mudar completamente a sua vida, ela sente dentro de si um desejo que aumenta a cada dia.

Ser mãe não é algo mágico, é uma decisão que tem de partir do casal e, depois, da busca pelos meios naturais para que isso aconteça. Assim começa o processo… Mas e se, depois de um tempo esperando pela gravidez, ela não acontecer? O que fazer? Recorrer aos médicos e passar por exames tão dolorosos e estressantes. Tudo para gerar uma vida. Mas essa espera gera um desgaste mental, emocional e até mesmo físico.

 

image

 

A mulher é bem diferente do homem nesse tempo de espera e sofre mais, porque ela sente em seu corpo que não deu certo, e isso para ela é muito mais difícil. Já o homem sente também esse desejo de ser pai, se entristece, mas não deixa transparecer tanto quanto a mulher, pois esta chora, fica triste, deprimida, tem vontade de desistir, pensa e se questiona: “Por que todo mundo menos eu?”, “Quando poderei comemorar o Dia das Mães?”. Mais um ano se passou e até agora nada.

Quando a mulher chega nessa situação, é preciso ter muito cuidado, porque é bem nessa hora que podem surgir as crises conjugais, pelo fato de um querer jogar a culpa no outro. O que era para se tornar um sonho a dois, pode virar um enorme pesadelo e desgastar a relação.

Um dia, conversando com uma amiga, ela me disse que uma mulher havia feito de tudo para engravidar, tinha gastado muito dinheiro em médicos especialistas, mas, um dia, um um desses médicos lhe disse: “Eu posso ajudá-la com todos os meios da medicina para que você engravide, mas o sopro da vida quem dá é Deus, e isso eu não posso lhe dar”. Isso fez com que eu, diante do meu sonho, parasse e começasse a refletir, porque, diante da minha expectativa, dessa espera e ansiedade para ser mãe, eu não enxergava que a minha decisão deveria estar centrada em Deus. A partir daí, busquei os meios naturais da medicina e esperei que a vontade do Senhor se cumprisse em minha vida. Sei que quando queremos algo, isso pode não ser tão simples, ainda mais quando se trata de um sonho. Mas, diante das contrariedades da vida, encarar isso pode ser um processo muito doloroso.

Mês a mês você fica esperando o tão sonhado ‘positivo’ e, de repente, ele não vem. Você tem apenas alguns dias para se recuperar dessa frustração e começar tudo novamente. Essa espera dói, cansa e, às vezes, nos leva a querer desistir.

Levou um bom tempo para eu entender isso, mas comecei a pensar diferente, a ver que a nossa vida está nas mãos de Deus e só Ele sabe o que é melhor para nós. A partir desse momento, percebi que Ele mesmo cuida de tudo e as esperas já não doem tanto. Passei a acreditar que, um dia, vou conseguir.

“É no fogo que o ouro e a prata são provados, e no cadinho da humilhação os homens são agradáveis a Deus. (cf. Eclo 2,5) Essa passagem da Bíblia se encaixa muito bem nessa espera. Como eu já disse, este é um tempo de lutas, mas o mais doloroso ainda são as pessoas que testam a nossa fé com comentários do tipo: “Por que você não vai na clínica tal?”, “Por que você não reza menos? Assim, sobra tempo para ter filhos”. Ainda há aqueles que simplesmente falam: “Você não tem filhos, né? Não pode comemorar isso ou aquilo”. Sem dúvida, comentários assim são como uma lança no coração. Nessas horas, é preciso ter muita fé em Deus para não cair em tentação e deixar que a nossa fé se abale pelo simples fato de ainda não ter alcançado a graça da maternidade.

Tenho meditado nessa frase: “Deus não demora, Ele capricha”. Tenho rezado duas passagens da Bíblia que me ajudam nesse tempo de espera: a história de Ana: “(…) eu sou uma mulher aflita, não bebi nem vinho nem álcool, mas derramo a minha alma na presença do Senhor” (I Sm 1,15); e os versículos 13 e 14 do Salmo 27: “Sei que verei os benefícios do Senhor na terra dos vivos! Espera no Senhor e sê forte! Fortifique-se o teu coração e espera no Senhor”. O importante é esperar em Deus e não desanimar! Essa é a experiência que tenho feito.

Nesse tempo de espera, Deus tem trabalhado muito em mim. Já aprendi que Ele é o Senhor do tempo e que não adianta querer apressar as coisas. “Para que apressar o rio, se ele corre sozinho?” Isso fará com que o sofrimento só aumente. É preciso colocar toda essa expectativa em Deus e deixar que Ele mesmo aja no tempo oportuno.

2 Responses

  1. Como dói, como essa espera é difícil, depois de 3 anos de tentativas, de 2 perdas dolorosas e ainda de ter sido mutilada, pq perdi com uma gravidez tubária uma das trompas, como é difícil acreditar e deixar nas maos de Deus, chorar todas as noites, dias, ver mulheres, amigas gerando seus filhos, escolhendo seus nomes, montando os quartinhos e eu aqui, casada com um marido maravilhoso, morando num apto gigante e com um quartinho reservado pro nosso bebê que eu já nem seu se vai chegar…Tanta ansiedade, depressão, tanta dúvida e questionamento, pq meu Deus? O que eu fiz de ruim? Pq comigo???

    • Olá querida, não fique perguntando os porquês, mas sim os para que!!!
      comungo com você nessa dor, porque é também a minha dor, mas não podemos ser “infecundos” na vida, no nosso matrimônio, nós recebemos com nosso matrimônio uma missão e nós não sabemos qual será. Para alguns é ser pai e mãe biológicos, para outros ser pai e mãe espiritual, o importante é nunca, nunca mesmo, deixar de gerar vida!!!!
      O nosso sofrimento e grande, também muitas vezes já me fiz essa pergunta, porque ??? Porque tantas mulheres engravidam e depois jogam seus filhos na lata do lixo ou abortam e eu aqui querendo tanto um filho!!! Descobrimos meu marido e ele que nossa missão é nunca deixar de gerar vida, de estarmos vivos em primeiro lugar e depois levar outros casais e viverem.

      Você é mãe!!!! De dois filhos que estão intercedendo por vocês!!!!
      Não é fácil, mas com a GRAÇA de Deus nós levantamos da cama todos os dias e seguimos em frente!!!

      Nunca desista!!! Estamos unidos pelo amor de Deus.

      Um abraço muito carinhoso.

      Viviane

Deixe um comentário